O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Em: 24 de agosto de 2018

Prefeito Alaor Pessoa e equipe técnica dá início ao plano de racionalização de custos. 

O prefeito de Itajá Alaor Pessoa e equipe técnica participaram ontem (23) de uma reunião com os procuradores Carlos Barros e Luciana Campos do Ministério Público do Tribunal de Contas do RN, com o objetivo de estabelecer cooperação na implantação de política de custos.

Com a meta de racionalização dos custos, o Município de Itajá dá início ao processo de produção de um plano que maximize a eficiência administrativa. “Queremos ingressar em um outro patamar de gestão,” afirma o prefeito Alaor Pessoa.

Após um primeiro ano estruturando setores estratégicos de pessoal, retificando erros da gestão anterior e focado no restabelecimento de um déficit no desenvolvimento do Município, a gestão municipal dá início ao processo de modernização, investindo em um plano de racionalização de custos, cuja ambição inicial é restabelecer a legalidade dos limites de gastos com pessoal.

Conforme análise apresentada pelo Ministério Público, o Município de Itajá sofreu uma vertiginosa crescente de despesas com pessoal no período de 2013 a 2016, sendo necessário a retomada da legalidade dessa despesa, conforme estabelece o art. 169, da CF/88.

Participaram da reunião a secretária de Finanças Patrícia Monaliza, o secretário de Administração e dos Recursos Humanos Gilmar Medeiros Lopes, o controlador Edvaldo Vieira, o secretário de Governo Gláucio Medeiros e os assessores jurídico e contábil, Dr. João Eudes e Salete Baracho, respectivamente. A reunião aaconteceu na sede Tribunal de Contas do RN, em Natal.